Rumi: Four Streams

I have been pondering, for months, Rumi's poem "Your First Eyes." He speaks of four streams that run inside the lover's soul-heart. I have been wondering what these spiritual currents might be. A lover has four streams inside,of water, wine, honey, and milk.Find those in yourself, and pay no attentionwhat so-and-so says about such and … Continue reading Rumi: Four Streams

Lua Nova

Lua Nova de outubro. No meu jardim, escuridão e calma. No zênite, Vénus brilhante, deusa amorosa do firmamento. Na minha lembraça, o luar sobre o mar do Caribe. No meu coração, você. Nunca tive os olhos tão clarose o sorriso em tanta loucura.Sinto-me toda igual às árvores:solitária, perfeita e pura.Aqui estão meus olhos nas flores,meus … Continue reading Lua Nova

Entardeceres amazônicos

Tenho sonhado com entardeceres amazônicos. Tenho visto de novo as imagens do céu enorme da Amazônia; das cores do pôr-do-sol -- amarelos, laranjas, roxos, lilás, vermelhos; das reflexões da luz oblíqua nas águas dos grandes rios arteriais -- o Madeira, o Negro, o Amazonas --, dos pequenos rios cheios de vida -- o Abunã, o … Continue reading Entardeceres amazônicos